quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Depressão

A depressão é considerada uma doença, no entanto, para nós terapeutas ela é um indicativo.

Isso mesmo, ela vem para ajudar o indivíduo, ao contrário do que se pensa...

A depressão é um indicativo para mostrar algo, é um sinal de que algo em sua vida não vai bem.

É preciso se dedicar a cuidar do que não vai bem, é um indicativo de MUDANÇA, necessidade de TRANSFORMAÇÃO URGENTE.

Ela se origina na mente, e é a própria mente que a expulsa de sua vida. Mas como isso?

É muito comum ver pessoas passarem anos a fio fazendo terapias, análises, discutindo em consultórios os sintomas, os desconfortos, e não saem do lugar... 

O segredo é ater-se á CAUSA.

Vamos a um exemplo:

Você está no meio de uma nuvem de fumaça, e começa a se sentir mal, a respiração fica comprometida, o desespero bate e o que você faz? Tenta afastar a fumaça a qualquer custo e ela tende a aumentar e piorar o ambiente. Sabe porque? Porque você não buscou a causa da fumaça, que é o fogo. Enquanto focar na fumaça e não apagar o fogo, a fumaça só tende a aumentar.

É a mesma coisa com a depressão, ela é a fumaça, e você deve mover seus esforços para apagar a causa dela: o fogo! Fogo este que indica que algo não está bem em sua vida.

Este "não estar bem", está diretamente ligado as causas emocionais. Você esta agindo contra seus princípios, sua essência. Sua mente está enviando comando nos quais não quer realizar, e assim passa a trazer sinais de desconforto para que você mude o caminho, a atitude. Em não mudando os sinais se tornam mais evidentes com sintomas fortes da tão famosa Depressão.

Logo, se algo não vai bem em sua vida, vale parar, analisar com carinho e mudar a rota, antes que a fumaça te deixe sem ar e te tire a vida.

Com relação ao uso de medicamentos,  por ser um tratamento realizado na mente, como dito acima, o uso destas substâncias tendem a deixar a atividade mental reduzida, desprotegida, e consequentemente não se alcançará a cura e sim uma demora no tratamento, senão até uma piora no quadro clínico.

Portanto, caso sinta um desconforto, que não seja o de tristeza, aquela que acontece em nosso dia a dia, que vem e passa; se for uma constante que dura muitos dias, semanas, meses, anos... é necessário sentar na frente do espelho e encarar você mesmo. Tomar a firme decisão de iniciar uma busca pessoal séria e responsável com o auxílio de especialistas.

É nesta busca que deverá assumir o controle de sua própria vida, agir de acordo com suas crenças e valores e não conforme crenças e valores impostos a você. Não deixe o papel de vítima dirigir você.

Cuide-se! Vale a pena viver com qualidade!

Beijos no seu coração

2 comentários:

  1. Adorei seu Blog . Tem muitos textos interessantes. Esse sobre depressão então??? Muito bom. Parabéns! Bjos Luzia

    ResponderExcluir
  2. Oie Vivi, Tudo bem? adoro seu blog leio sempre que posta novas materias. Estou participando da promoção, já sou seguidora do seu blog, postei o convite do lançamento do seu livro no meu blog, no facebook e no meu orkut... saudades tbm... bjs

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário.
Muito Obrigada!!!