sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Tacocracia

Pensando em dar maior qualidade ao cotidiano, e preparando-se para 2011, conforme dito no texto Acelerado; trouxe à tona uma questão para análise: a Tacocracia.

Do termo tákhos (rápido), Tacocracia é a ditadura do rápido, ou melhor: "é a capacidade de escolha da velocidade como o principal critério de qualidade para as coisas em geral" (Mário Sérgio Cortella).

Veja bem a palavra na frase acima: capacidade de escolha, ou seja, temos a possibilidade de ecolher viver neste turbilhão onde a pressa não é mais a inimiga da perfeição, onde os relacionamentos são frios, vazios, sentidos como uma vento forte que passa e as vezes deixa rastros.

A urgência de ver tudo pronto, o imediatismo em nos acomodarmos com o que foi realizado, tráz a tona a imobilização frente às ações, aos sentimentos, às vivências.

Devemos nos mover, sim!! Nem tão calmo que nos imobilize, nem tão rápido que nos mantenha em uma ditadura. Velocidade equilibrada com seu eu, sua essência.

Cada ser humano é único, insubstituível, e por isso possui seu próprio movimento, seu próprio tempo em realizar.

Mas o importante é: realizar, não permita que o tempo passe, independente da velocidade, sem que  tenha vivido, sem que tenha emocionado, sem que tenha sentido existente nesta oportunidade, neste universo.

Então aproveite a vida em seu ritmo, mas lembre-se: dê um tempo para você mesmo.

3 comentários:

  1. Olá,

    Parabéns por seu Blog e sua postagem!

    Obrigada por envia-la ao T3, gostaria de pedir que colocasse o banner do T3 em seu Blog.

    Grande Abraço;
    T3

    ResponderExcluir
  2. Linda como sempre, alma leve. Amo seu Blog. Beijos bom final de semana.
    Luciana.

    ResponderExcluir
  3. Olá Viviane,

    Muito Obrigado!

    Seu Blog é super Interessante! Já Estou seguindo!

    Parabéns!

    Abraços;
    T3

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário.
Muito Obrigada!!!